Na liturgia de hoje utiliza-se a imagem do “banquete” para descrever o mundo de felicidade, de amor e de alegria sem fim que Deus quer oferecer a todos os seus filhos.

Acolher o convite de Deus e participar nesse “banquete” é aceitar viver em comunhão com Deus. Dessa comunhão resultará, para o homem, a felicidade total, a vida em abundância.

Senhor, hoje vou responder ao teu apelo, ao teu chamamento…aceitei o teu convite e vim a tua casa para te oferecer tudo o que tenho. Todo o meu ser, a minha alma, o meu coração, tudo isto eu te ofereço Senhor, como prova do meu amor por ti e para te dizer que estou aqui para te servir e, contigo, levar a paz ao mundo!

Nós vindo à festa de cada domingo, estamos a alimentar a esperança desse banquete do Paraíso. De Eucaristia em Eucaristia, vamos caminhando, domingo após domingo, para esse banquete do reino dos céus.

Nós te agradecemos o convite para esta Festa. Aceitai senhor, que tomemos parte deste Banquete.