São tantas as vezes em que nos esquecemos de fazer a Tua vontade, de ser o sal da terra e a luz do mundo.
São tantas as vezes em que olhamos para o nosso lado e vemos um irmão a sofrer mas simplesmente ignoramos porque não é a nossa dor.
Quantas vezes nos queixamos de algo superficial quando temos alguém a precisar realmente de nós?
Em pleno século XXI, são tantos os problemas com que nos deparamos.
São tantas as pessoas a sofrerem de doenças que ainda não tem cura, a não ser a fé que Tu lhes dás, o conforto de um abraço, a segurança de um sorriso e o amor, que ajuda a atenuar a dor.
Irmãos sem teto e sem alimento que dormem sobre o frio e a angústia de não saber como irão sobreviver, mas bastaria a tua partilha para eles se sentirem um pouco melhor!
Inúmeras pessoas que preferem o silêncio e o sofrimento para protegerem quem mais amam, mas o teu apoio seria suficiente para estas pessoas terem a coragem de falar!
Jovens desorientados, que têm o prazer de partilhar o mal que fazem aos seus colegas, mas bastaria a tua vigilância para eles escolherem o caminho correto.

É urgente levarmos a esperança e o conforto de um abraço àqueles que mais precisam.
É urgente tornarmo-nos homens e mulheres de braços abertos, de mãos estendidas e de coração livre.
É urgente lutarmos pelo respeito e familiaridade junto de quem nos rodeia.
É urgente sermos jovens preocupados e prontos a lutar pela justiça e a paz entre os nossos irmãos.

Tu! Sim, tu! É tempo de seres o sal da terra. É tempo de levares a luz a todos aqueles que estão na escuridão e a todos os que sentem falta de amor e de esperança. É tempo de seres a luz do mundo!