Esta mulher não trabalha!
Este homem deve dinheiro!
Esta mulher foi apanhado em flagrante adultério!
Este homem foi apanhado a mentir!

Esta mulher,aquele homem, aquele jovem… as nossas mãos já estão cheias de pedras para os condenar.
O que tens tu a dizer sobre a pessoas que está a teu lado? Sobre o teu irmão? Ou teus pais? O teu amigo? Para quê passarmos a vida a condenar o outro? Para quê acharmo-nos juízes e donos de toda a verdade?
É preciso primeiro olhar para nós mesmo e reconhecer os nossos próprios erros, tentar fazer sempre melhor, o que está ao nosso alcance, pois é assim que seremos verdadeiramente felizes.

Ajuda-nos a ir mais longe, a construir este caminho que nos leva à verdadeira felicidade, deixando de lado todos os nosso erros. Ajuda-nos a ser alguém melhor, alguém que fará a diferença. Ajuda-nos a deitar todas as pedras para o chão e, em vez de um dedo acusador, uma mão estendida, em vez de pedras, meu irmão, dá o teu perdão.