Caminho junto a Ti Senhor.
Quis percorrer o caminho suave e seguro que trilhei para mim. Quis saciar esta sede de ser gente e ser feliz. Quis encontrar a luz, inventar as estrelas, ser mais forte. Mas o vento parece empurrar-me para trás, as pedras fazem-me cair, o chão é duro e aquece os meus pés. Ainda agora comecei o caminho e quase já não consigo andar.
E no meio das dificuldades, quando a noite me cobre com o seu véu, escurece o Teu rosto em mim e as tentações surgem fazendo-me perder o rumo.

Algo me convida a seguir-Te, algo me convida a arriscar tudo por Ti. Mas há tanta coisa que me prende e eu continuo a dizer-te “não”.
Aqui me tens Senhor. Procurando a liberdade mas escravo de tanta coisa. Julgando-me cheio, mas vazio de Ti. Escutando o Teu chamamento mas fazendo-me de surdo.
Continua a prender-me o dinheiro que me faz esquecer a necessidades do irmão. Continua a prender-me a comodidade que me afasta do sentido de sacrifício. Continua a prender-me o egoísmo que me fecha cada vez mais no meu mundo.
Comecei este caminho por amor a Ti, mas tantas vezes na minha vida o amor dá lugar ao ódio. Quis descobrir nele a vida humilde mas o meu orgulho fala mais alto.
Quis doar-me a Ti e a quem mais precisa de mim. Mas continuo a ignorar o desespero de quem tem fome, a solidão dos que vivem sós, a tristeza dos que não recebem carinho.

Caminhamos junto a Ti Senhor, mas o caminho será feito pela metade até que o aceitemos como o nosso projeto de vida e só a assim teremos a paz que só Tu podes dar.

Dá-nos força para Te seguirmos sem desfalecer.
Dá-nos vontade para nos preservarmos no caminho.
Dá-nos firmeza para não olharmos para trás.
Dá-nos a capacidade de experimentar-Te e sentir-Te na nossa vida.
Perdoa-nos Pai…porque às vezes não somos mais fortes que as tentações e nos esquecemos que só a Ti seguimos e só a Ti procuramos.