Na noite de ontem o Grupo ADONAI juntou-se na sua salinha para a oração da Quaresma deste ano: uma viagem em reflexão e introspecção pelos quarenta dias de sacrifício no deserto que Jesus Cristo passou, e que culminaram na sua morte e ressurreição. Fomos desafiados a aprofundar a escuta e a oração; a promover a (re)descoberta da dimensão orante na vida de cada cristão; a valorizar a Palavra de Deus, a partir da liturgia dominical, como fonte de encontro com Jesus Cristo; e a viver em comunhão.

“Quaresma é tempo de novas oportunidades. Neste tempo, os Cristãos, em toda a sua pobreza, lançam uma semente tão fecunda que se torna uma grande árvore capaz de encher o mundo de frutos. É esta a dinâmica que propomos nesta Quaresma: Tal como a árvore perde as suas folhas secas no outono, também nós podemos transformas os galhos secos da nossa vida na quaresma, tornando-os ramos fortes, cheios de folhas vivas, flores, frutos e cor.

Esta árvore é a árvore da vida reconstituída em Jesus e está à espera de ser preenchida com as nossas atitudes e ações de caminhada em direção ao verdadeiro sentido da vida. Assim como a árvore perde as suas folhas estragadas, é preciso despirmo-nos das nossas tentações, das coisas supérfluas que são apenas adereços na nossa vida e que nos impedem de caminhar com um novo ritmo. Só assim podemos fazer estes 40 dias marcar a diferença – renunciando e comprometendo-nos, os primeiros passos na direção de algo novo e melhor.”

Tal como na oração do Advento, estabelecemos compromissos para cada semana desta Quaresma. Estes serão divulgados todas as segundas-feiras nas nossas redes sociais.